Recital em Homenagem a Andrés Segóvia – 29 de Dezembro de 2017 – Daniel Paranhos

Tributo a Andrés Segovia

Último do ciclo de recitais violonísticos de 2017, da Escola Harmonia, fechando com chave de ouro uma temporada que teve, entre outros destaques a obra completa para violão solo do Prof. Marcos Pablo Dalmacio, concertos didáticos de musica antiga por doutores no assunto, além de ilustres convidados de fora como o prof. Juan Almada e o prof. Roger Burmester (*).

Programa:

 

Dois dos quatro concertos sinfônicos mais executados por A. Segovia ao violão, aqui com o piano fazendo a parte orquestral; e duas peças para solo de violão, curiosidades compostas pelo próprio Segovia.

A cargo do Prof. Marcos, incansável pesquisador e estudioso da música ficam as peças menos conhecidas, Remembranza e o Concerto de Boccherini em versão de Gaspar Cassadó em mi maior, que reescreveu este concerto especialmente para seu amigo violonista. Destaque para o segundo movimento, andante cantabile.

Cristo Miguel de La Cruz interpretou este “Estudio Sin Luz”, o estudo mais famoso de Segovia, e que foi assim denominado por ter sido composto numa época em que o autor sofria com a incerteza em relação à recuperação de um mal que lhe afetava a visão.

Já o emblemático Concerto em ré opus 99 de Mario Castelnuovo-Tedesco, foi executado decor, com uma fluência deliciosa e notável cumplicidade entre os músicos.

 

Camboriú, 14 de Dezembrode 2017.

Daniel Paranhos
Arquiteto, músico amador
 e amante da música.

Comentários no Facebook